oncontextmenu='return false'>

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Passar na Imigração Dicas

Existem comentários que nos dão idéias para novos posts, e através de um comentário que recebi vou escrever hoje sobre os medos que algumas pessoas tem quando vão para o exterior, a imigração!!
Minha primeira viagem ao exterior foi para Amsterdam e confesso que eu nem tinha noção de como funcionava esse negocio de imigração, foi um desastre quando o policial começou a me perguntar pra onde eu ia, porque iria como, quando e onde,em inglês (que na época eu falava bulhufas) olhei pra cara dele com uma cara de bolinha porque realmente não entendia nada
Só instintivamente mostrei pra ele meu contrato de trabalho que estava em mãos e o povo na fila me olhando e graças a deus a brasileira que estava atrás de mim serviu de tradutora e apesar do mico todo que paguei ouvi o “NEXT”
Então hoje vou dar umas dicas que podem facilitar você ouvir o NEXT, passar na imigração!
Cidadãos brasileiros não precisam de visto para viajar dentro da área Schengen, e podem ficar até 90 dias nos países de Schengen sem visto.
Os seguintes países fazem parte do tratado de Schengen: Suécia, Noruega, Dinamarca, Finlândia, Islândia, França, Alemanha, Bélgica, Países Baixos, Luxemburgo, Espanha, Portugal, Grécia, Itália e Áustria.
Um estrangeiro(brasileiro)não tem a obrigação de ter visto, tem legalmente o direito, depois da entrada num país Schengen, de viajar livremente na área durante o período máximo de 90 dias sem visto e sem pagar taxas.
Os 90 dias devem ser contados a partir da data de entrada na área de Schegen, ou seja, a partir da passagem pela imigração no aeroporto quando recebido o carimbo de entrada na União Européia. 

Seguintes documentos são necessários 

·         Passaporte: Validade de mais de 90 dias à duração da estada prevista
·         Seguro- saúde/viagem
Eu nunca viajei com seguro viagem ,mas quem pode pagar é sempre uma boa garantia
·         Extrato bancário 40,00 euros diários ou cartão de credito internacional ( caso esteja com pouca grana o cartão é a melhor saída)
No meu caso particularmente nunca perguntaram se eu tinha alguma quantia em dinheiro acho que uma quantia mínima em dinheiro é o suficiente caso tenha um cartão de credito internacional.
·      Carta convite assinada e acompanhada da copia do passaporte de quem vai ser responsável por você durante a sua estada ou reserva e comprovante de pagamento do hotel aonde vai se hospedar.
·       Passagem de volta ao Brasil com data de volta já confirmada.
Geralmente  se for à primeira viagem de internacional ,quando o passaporte ainda esta em branco eles costumam fazer um questionário básico ,mas isso é normal, afinal tudo na vida tem uma primeira vez.
Dizem que a imigração do aeroporto de Madrid é super rígida, teve uma época que eles estavam  cismando com os brasileiros ,principalmente mulheres mas eu nunca tive nenhum problema,o negócio é entrar na fila com calma, sem ficar escolhendo em que guichê vai (porque eles são treinados e observam todos os nossos movimentos) e responder somente o que for perguntado.
E por favor <BOM SENSO > porque o mundo infelismente é hipócrita e ainda somos julgados pela nossa aparencia, uma roupinha mais formal nesses casos ajuda a descomplicar nossa vida.
Sejam diretos e objetivos nas respostas e já tenham todos os documentos necessários em mãos. Boa viagem e boa sorte!!

7 comentários:

  1. Oi Renata.
    Está lindo o teu blog.
    Pois é, a imigração sempre deixa um friozinho na barriga. Na minha primeira vez,tive direito a todos os micos possíveis e imagináveis... De ficar confusa com as perguntas( Francês-nada, inglês-péssimo,voltei e aprendi mais, né??), até disparar o alarme por causa de uma bota maldita cheia de fivelas de metal, que parecia ter uma AK47 na mala.( nunca mais usei, doei assim que voltei). Me perdi do meu manmorado por causa de um atraso no vôo e sofri e chorei horrores até achá- lo de novo. rsrsr
    Me fizeram as perguntas de praxe, tempo de estadia, hotel, etc. Não levei nenhuma carta porque fui normalmente como turista. Claro que juntei a papelada de trabalho aqui, contrato de imóvel, escola, seguro saúde, etc e me senti mais segura assim.
    Depois de ir outras vezes, acho tudo mais fácil. Ainda faço seguro saúde, porque sou enfermeira e meio neurada com isso. Dinheiro, levo mesmo só o de pequenas despesas ou para alguma emergência no caminho, como uma escala inesperadamente mais demorada que o previsto( pode acontecer, já amarguei longas horas em Paris, por falta de condições de decolagem. Ter uma grana extra é bom para passear um pouco, pegar um táxi, comer e comprar coisas legais. Do cartão internacional não tem como se livrar, além de ser mais seguro do que carregar dinheiro na bolsa. Ladrão tem em toda parte e seguro ainda morre de velho.
    Como viajo sozinha, sempre faço amizades no caminho, mas na fila da imigração, mantenho a seriedade e falo apenas o necessário( me sinto meio big brother, pois tudo está sendo visto e avaliado).
    Apesar de ser bem difícil de controlar isso em mim, tenho cuidado em não encher a mala para seis meses, se vou ficar apenas um. Isto pode parecer bobagem aqui, mas lá é importante e com certeza faz diferença.
    Os oficiais de imigração são formais, mas comigo sempre foram extremamemte bem educados. Procuro me vestir de forma meio formal e nadica de nada de decotes, saltos altos em excesso e roupas chamativas demais. Vale lembra da Glorinha Kalil: Confortável, mas chique. srsrrs
    Então, se voce tem as condições básicas de entrada no país, não há porque ir com medo.
    Levanto o nariz e penso: Sou brasileira, sim. Sou bonita, trabalho e namoro um cidadão europeu. E daí? Sorte dele que eu possa vir visitá- lo.
    Se nos portamos com medo e humildade em excesso, eles têm a impressão de que estamos escondendo algo. E a única coisa que levo escondidas na mala, bem no fundo, são as lingeries bonitas. rsrsrrsr
    Boa sorte a quem estiver indo em busca dos seus sonhos.
    Eu digo que fui atrás dos meus moinhos de vento. Sou feliz por ter dado o primeiro passo.

    ResponderExcluir
  2. Olá, obrigada pelo post.
    Flor, eu vou pra suecia em dezembro-2012, eu ficarei lá 1 mes, se Deus permiti. Eu tenho todos os requisitos para passar pela imigração.Mas, eu estou com medo pois nao sei nada de ingles(somente ler). Então, queria saber se nao tem pelo menos uma pessoa que tenha espanhol por lá e tal.. preciso de uma orientação. Bjim**

    Deus abençoe poderosamente.

    ResponderExcluir
  3. Oi anônimo ai de cima..Não precisa ter medo...eles nao sao melhores q você! Se nao sabe nada de inglês falado q tal até dezembro vc ir treinando..conhece o Livemocha? Vc encontra muitos cursos legais na net...tem a Englishtown tambem q foca na comunicaçao..se bem q eles nao vao ficar batendo papo contigo pq tem gente na fila...Vc nao fale nada, quando disser "next" vc vai sem titubear, entrega seu passaporte, olhar firme, confiante...olho no olho,nao diga nada, so good morning dependendo da hora. Possível pergunta: How long are you going to stay? Tourist? Yes...Credit card international? Hotel reservation? Insurance? As vezes eles nem perguntam nada..Confiança menina!
    Isso é o máximo...as vezes eles falam espanhol tb qnd vêem q a pessoa n entende...No mais basta dizer um bom yes e basta! Mas tem tempo de estudar heim..fik a dica!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Demorei pra responder, deu tudo certo, já estou indo pra minha 3 viagem... heheh :D Obrigadaaaaaa!

      Excluir
  4. ola! me explicam uma coisa como faço para adquirir seguro saude ou seguro viagem.
    pois estou com uma viagem para italia, mais vou fazer conexao na espanha e ja estou morrendo de medo, ñ tenho dinheiro suficiente, ñ tenho esses seguros. apenas possuo o passaporte a carta de convite e a passagem de ida e volta. obrigada!!!

    ResponderExcluir
  5. Oi gente, tenho uma dúvida. Em janeiro estou indo à Noruega, saio de REcife, com escala em Lisboa e sigo pra Oslo. Queria saber se vou passar pela imigração em Lisboa ou em Oslo.
    Obrigada desde já. :)

    ResponderExcluir
  6. Pessoal tenho uma duvida!
    Estou indo para Alemanha em fevereiro acompanhada junto com meu namorado alemão, iremos no mesmo voo.
    Vou precisar de carta convite?
    Dois anos atras meu passaporte foi recusado em portugal, por falta dessa carta convite.
    Quero saber se ficou registrado no sistema de imigração?
    Irei acompanhada com meu namorado terei algum problema na imigração?
    Obrigado pela resposta.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!
Obrigada pela visita e volte sempre!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...