oncontextmenu='return false'>

domingo, 27 de novembro de 2011

Jingle Bell ! Jingle Bell !



Faltando menos de um mês para o natal e já estamos esquentando os tamborins por aqui os suecos adoram natal e nessa época do ano tiram do fundo do baú caixas e caixas com artigos para decoração, o engraçado é que eles não se contentam só com uma arvore e suas bolinhas, a casa inteira tem que estar decorada, no começo achava um exagero, mas agora estou até gostando.
Nessa época o que se come por aqui é lussekatt e pepparkaka com grönmögelost que já está uma briga pra encontrar nos supermercados hoje por exemplo o grönmögelost tinha acabado e o lussekatt que eu adoro só tinha um pacote, antes de dezembro a coca-cola aqui na Suécia perde a vez, eles substituem por uma bebida chamada julmust (genérica da coca-cola) então já deu pra ver que por aqui a tradição é seguida a risca e agora enquanto estou escrevendo esse post e neve está chegando por aqui pra completar a tradição é lógico.
Esse ano não compramos nada de especial para decoração de natal usamos as mesmas coisas do ano passado e fora os enfeites que o loves tem há mais de quinze anos, enfeites que os pais passaram pra ele e seguimos usando, misturando o moderno com o tradicional, o loves que se faz de durão e diz que não liga pra natal arrasou na decoração aqui de casa, acordou cedo e já foi tirando tudo de dentro da caixa e deixando a casa com clima de natalino. Vou mostrar um pouquinho de como ficou pra vocês.

                        Essas estrelas são minhas favoritas
                      
Esse Papai Noel tem só 40 anos, mas cadê a coragem de aposentar o bichinho? E do lado os sapatos do Ramberg de muitos e muitos anos atrás


                              As tradicionais velas suecas
                          
                                     Quase um presepio
                                   

E a neve chegou! Bem na hora que eu estava escrevendo esse post sobre o natal !

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Cobranças

Dias atrás eu estive em uma consulta na intenção de mudar de anticoncepcional, aqui na Suécia (creio que em vários outros países) nesses casos você não é atendida por um médico, será atendida por uma barnmorska, ou seja, uma parteira, elas são enfermeiras que trabalham na área de obstetria e controle de natalidade.
Chegando ao consultório fui recebida muito bem, ela me perguntou o que estava se passando eu respondi que estava precisando de uma receita para comprar anticoncepcional já que o meu tinha acabado, ok respondi aquelas perguntinhas médicas básicas e em seguida ela muito educadamente me disse assim:

Renata você não acha que ao invés de vir aqui pedir anticoncepcional você deveria estar se preparando pra ser mãe? Afinal daqui a pouco você estará com 35 anos de idade e nunca teve um filho!! 

Oremos  ‘’Segurai Ohhh pai, segurai  aiaiaia a minha língua pra não mandar essa mulher catar coquinho na ladeira ’’

Muito P da vida achando ela uma sem noção eu respondi também educadamente porque eu sou muito Phyna:

Senhora, eu, aliás, o casal nós não temos nenhuma intenção de ter filhos agora e se um dia eu mudar de idéia será porque eu decidi que é à hora certa, por enquanto eu quero terminar os meus estudos e encontrar um trabalho, e depois disso tenho outros projetos que não incluem filhos AGORA, mesmo eu gostando muito de crianças.

Tradução=  Não enche o meu saco e escreve logo essa receita!

Aqui é normal ver mulheres com aquela escadinha de filhos + um gato e 2 cachorros, o índice de natalidade aumentou muito nos últimos tempos por aqui, eu não sei se é porque o governo ajuda com dinheiro,escola em tempo integral, licença maternidade de 1 ano e paternidade de quase 3 meses. Até então tudo bem eu acho o máximo quem curte uma família grande, mas o que me irrita nisso tudo é o quanto a sociedade te cobra quando você não se enquadra com a maioria.
As suecas são bem feministas querem direitos iguais em tudo e homem aqui não tem muita nenhuma moral, as suecas têm bem aquele estilo A chefona, entre os casais as tarefas domésticas e educação dos filhos é bem dividida e quando elas decidem ir pra boate bate cabelo o pai fica em casa cuidando da prole, mas mesmo vivendo dentro desse feminismo todo sinto que aqui a pressão é maior em relação a filhos, mais que no Brasil.
Mas digo a vocês meus queridos e milhares de leitores, eu como sou uma mulher arretada e de opinião firme não me deixarei levar pela pressão da colega dona parteira, então caso um dia eu escreva um post anunciando que estou grávida será porque a barnmonstra OPS barnmorska  armou um plano contra mim e me receitou pílula de farinha.

sábado, 12 de novembro de 2011

Meu Aniversário !

Então mais um ano de vida graças a deus, hoje estou fazendo 33 anos e puta que pariuuuu como passou rápido (e não adianta eu tentar fazer a Zen pq não rola, faz 3 anos que to na crise dos 30). Eu não gosto de aniversário fico meio pra baixo tentando analisar minha vida no presente, passado e futuro e sempre acabo me sentindo uma bosta, a auto cobrança aqui é enorme, meu aniversário é a data que mais vou  fundo nas minhas neuras, minha cabeça fica cheia de PODERIA>>>
Poderia ter sido... Eu poderia ter feito... O tempo ta passando  e falta tanta coisa que eu TENHO que concluir ...  Agora estou bem melhor, de uns tempos pra cá estou aprendendo a controlar esse meu lado, dou a volta por cima abandono o papel de vitima de novela mexicana e agradeço muito a deus por mais um ano e por tudo estar bem, o restante é retoque a gente dá um jeito.
Até os 40 tenho certeza que vou estar jóiona, acordando todo 12 de novembro dando bom dia até pra os passarinhos, totalmente resolvida livre dos meus probrema di nervu.
Meu viking me trouxe café na cama e cantou parabéns pra mim logo de manhã, o dia correu calmo almoçamos fora e depois passeamos pela cidade, minha mãe telefonou e falei com o resto do povo  querido no msn.

 
Agradeço a todos os meus amigos que lembraram do meu niver e pelo carinho nos recados e comentários de vocês aqui no blog. Agora vou indo terminar de comemorar meu dia e beber meus bons drinks com el namoridon pra fechar o sábado.

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Final De Semana Em Veneza

Esse final de semana tive a oportunidade de retornar a Veneza um lugar que eu adoro, a minha paixão pela Itália é tamanha que essa não e a primeira vez que escrevo sobre isso aqui no blog. Eu tenho um caso mal resolvido com a italia, eu estudei italiano, trabalhei numa compania napolitana por nove meses (e graças a esse emprego conheci cinco cidades desse país) sou apaixonada pela cultura, musica e comida italiana, mas… vivo na Suécia.
Foi uma viagem a trabalho, o loves participou de um congresso no qual eu pude ir junto, e melhor que isso foi que tivemos um dia inteirinho de folga e deu pra aproveitar um pouco.
O grupo era de 40 pessoas, todo mundo animado e super pontual, a viagem foi organizadissima entao mesmo com pouco tempo deu pra aproveitar bem o clima estava horrível, chuva e vento fortíssimo, as excursões tiveram acompanhamento de uma guia, ela era boa, mas falava tantooo e explicava detalhes de cada esquina que passavamos, e gente se tratando de italia senta que La vem historia né? Acho super legal saber sobre a historia do lugar onde esta visitando pela primeira vez, mas particularmente prefiro sair e explorar os lugares sozinha, gosto do mapa e mochila, excursão tira muito a liberdade, isso é minha opinião de maneira alguma estou aqui desvalorizando o trabalho dos guias de turismo.
Veneza estava lotada, as ruas restaurantes e hotéis uma loucura como sempre e os preços caríssimos!!! Quase um... Mãos ao alto vc esta em veneza !
Resisti às compras e a única coisa que gastei foi a bateria da minha câmera e o meu italiano que está ficando cada dia mais enferrujado.





Antes de visitar Veneza consulte a previsão do tempo!





Piazza San Marco alagada




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...