oncontextmenu='return false'>

quarta-feira, 27 de junho de 2012

E o mimimi do casório


Fonte
Eu nunca tive o sonho de me casar de branco, véu e grinalda, de vez em nunca quando ia a alguns casamentos começava a me imaginar naquela situação e por alguns minutos até achava interessante a ideia, mas não era nenhum sentimento que me fizesse mudar a minha cabeça e começar a sonhar em casar de noiva, pelo contrário me dava até certo pavor, soava muito serio pra mim, resumindo eu tinha medo de casar.
Creio que isso foi o reflexo que eu tive em casa, minha avó criou três filhas sozinha e minha mãe também a mim, eu não tive pai pra ajudar e só o conheci com 15 anos de idade, elas foram duas guerreiras então na minha cabeça ficou registrada a imagem de duas mulheres maravilha que nunca precisaram de homem, e creio que isso só sai da minha mente com anos de terapia intensiva.
Com a convivência e paciência do loves essa imagem negativa que o casamento tinha pra mim foi ficando mais leve, hoje consigo ver o lado bom de ter uma pessoa especial ao lado pra construir uma vida juntos e até de um casamento.
No inicio do nosso relacionamento namoridon dizia que tinha o sonho de casar numa cerimônia tradicional (não na igreja pois ele é ateu e não faz parte da igreja sueca, não fez o que podemos chamar de primeira comunhão aqui) mas isso foi há dois anos agora ele diz que só no civil ta bom e isso pra mim está super ok.,
O problema é que como já moramos juntos, o casamento no papel como dizem, vai ficando sempre pra depois e nunca sai, sempre tem alguma coisa mais importante na nossa vida do que organizar um casamento.
Esse assunto já foi conversado várias vezes os nós dois estamos a fim de casar mas problema é decidir quando e onde, pois existem duas famílias em diferentes partes do mundo envolvidas nisso.
A minha sogra já me perguntou 10 mil vezes quando nós vamos nos casar, já ofereceu dinheiro pra ajudar, ofereceu a casa dela pra fazer a recepção, isso me emociona demais mas a verdade é que fazer uma FESTA aqui na Suécia pra mim não dá, não róla, não vai.
Eu não tenho vontade nenhuma de fazer uma festa de casamento aqui sem ninguém que faça parte da minha vida ao meu lado, não estou me referindo a 100 convidados mas sim algumas pessoas muito especiais no qual gostaria que fizessem parte desse momento.
Caso eu faça uma festa de casamento aqui os convidados serão os primos DELE, os amigos DELE, os pais DELE, os tios e tias DELE as irmãs DELE.
E da minha parte, e eu? Acho que essa conta de dividir ta errada!
Mamis finalmente vai chegar em agosto e fica um mês aqui comigo, então seria perfeito aproveitar esse mês pra resolver esse assunto, sendo que a presença dela é imprescindível também pelo fato dela ter dito que vai me deserdar de todos os milhões que temos no banco caso eu case sem a presença dela, essa parte foi foda doeu.
Vcs podem achar uma tremenda besteira a forma que eu penso mas é isso que eu sinto, por isso que a minha vontade é uma cerimônia no civil e só, lógico que meu sonho era uma festa aqui outra festa no Brasil mas... Nós não somos rycos , duas festas + duas passagens sairá pesado, e também pelo fato que eu preciso de uma data concreta pra ir ao Brasil para poder começar a planejar tudo lá, coisa que ainda não tenho pois meu visto vence em dezembro e não sei quanto tempo terei que esperar pra uma nova decisão.
 Eu sei que eu moro aqui e as pessoas que eu amo estão longe, mas eu também quero muito dividir esse momento da minha vida com as pessoas que amo, não acho justo essa divisão de fazer festança só com o povo dele e eu já gritei isso bem alto aqui pra todo mundo mas a  minha sogra não entende e namoridon por sua vez também não me ajuda a tomar uma decisão, fica meio tudo por minha conta.
Eu sinto que minha sogra não aceita muito a ideia de uma cerimônia simples só no civil sem a família inteira, vejo que isso a deixa um pouco decepcionada e preocupada em magoar o restante da família que não vai participar,
Minha mãe me apoia no que eu decidir e também se propôs em ajudar caso seja necessário, agradeço de coração, porém não acho justo aceitar o dinheiro de nenhuma das duas, morro de vergonha dessas coisas.
Casar aqui é fácil demais, os vestidos são baratos, existem alguns casamentos que os convidados contribuem com a festa e também não precisa marcar com anos de antecedência, um Buffet básico sai na faixa de Kr 200,00 = 59 reais o salão por aqui em Uppsala  Kr 3.500= 730,00 reais, fora os detalhes como convite e decoração que a pessoa pode fazer sozinha.
Mas devido ao meu semianalfabetismo no sueco é complicado correr atrás de tudo sozinha e quando peço ajuda pra minha sogra ela vem cheia de glamour e querendo festa, coisa que eu to querendo é distancia e toda vez que eu falo que quero só um jantar para a família depois da cerimônia no civil ela me vem com alguma proposta indecente.
Eu sinceramente não sei o que eu faço, tem horas que acho melhor adiar pra sei lá quando pois aqui nessa terra só se casa no verão então no caso seria ano que vem, tem horas que não quero fazer simplesmente nada aqui e começar a organizar tudo pra casar no Brasil pra o dia que calhar de ser, loves topa qualquer coisa.
Bom esse foi meu desabafo, que um dia eu caso isso eu sei mas acho que o jeito será fugir para as colinas ou pegar um avião em direção a Las Vegas e casar só eu e ele  naquelas capelas bem charmosas, o que vcs acham da ideia?

26 comentários:

  1. Ixi Renata, que coisa complicada! Você ainda tem muito contato com amigos no Brasil e tals? Porque se você não tivesse você poderia levar sua mãe pra Suécia e fazer só uma festa aí! Eu li uma vez que é mais barato fazer um casamento na Itália NUM CASTELO do que no Brasil, aqui é tudo caro demais (apesar da pobreza)! Acho que fica mais barato se você fizer aí na Suécia e ainda pagar passagem pra sua mãe. A respeito de você organizar o casório sozinha, você não conhece nenhuma brasileira aí que fala sueco e poderia te ajudar na organização? E eu gostei da última opção, ir pra Las Vegas! Vai, vai!

    beijos

    ResponderExcluir
  2. Hahahahahahahahaaaaaa
    Vai para o Texas! !!
    Aaaah mas sinceramente, pelo menos sua mamys tem q estar prsente ne?
    Eh complicado tem duas visoes tao difeentes, mas vc tem o jeitinho brasileiro e vai resolver da melhor forma possivel! Eeeeeu apooooosto!!!

    Bjokas gatona

    ResponderExcluir
  3. Re!!! Eu tambem achava que nao ia casar... achava que morar junto seria o suficiente... ate que encontrei o homem da minha vida!!! E minha cabeca mudou... Ja moramos juntos a 2 anos, considero ele meu marido! Mas temos o sonho de casar sim!!! Reunir a familia e fazer uma pequena cerimonia. Nada de festao! Prefiro gastar esse dinheiro com uma viagem bem bacana com o maridao!
    Queremos fazer na praia... aqui na Florida(USA) tem praias lindas e nao fica caro (ja pesquisamos!). A nossa dificuldade e por conta dos vistos de cada um e tambem reunir as familias (Minha familia esta no Brasil, a familia dele esta no Peru e moramos nos EUA) Ha! Ta facil pra mim hein!
    Mas sei que um dia ainda vamos conseguir fazer! E por enquanto vamos levando desse jeito... O amor e o que importa Re! E isso sei que voces tem de sobra um pelo outro!!! Super beijo!!!

    ResponderExcluir
  4. Miga...te entendo...tambem nunca sonhei em festão...vestido bolo de noiva...no meu caso...casei só no civil, sem festas, só um jantar com mais 3 grandes amigos, cada um pagou o seu....No cartorio foram amigos que considero familia...e meu pai...mal humorado, nem no dia do meu casamento ficou de bom humor!!! Por parte de marido ..tadinho ..nao tinha ninguem....aki...na bulgaria...so moram os pais dele...o resto na uk. E ninguem tinha money pra ir pro brasil....cheguei aki...e nada de festa ou comemoraçao...o mais triste pra mim é não ter tido um bolo de casamento..mas sinceridade...se a familia de loves te amo tanto....e sua mae ta ai em agosto...CASA!!!!! nao fique com vergonha...pq pra eles vc e da familia....me emocionei num post em que vc conta que seus sogros choraram qdo te viram...algo assim...eu miga...tenho uma sogra que se pudesse acabava com meu casamento ONTEM....entao aproveita...vc é amada e as vezes...sangue nao quer dizer nada...entendo que vc queria mais gente...mas um dia quem sabe vc vai no brasil...e faz uma festa! bjaoooooooooooo

    ResponderExcluir
  5. Boa noite, querida amiga Renata.

    Menina, eu também sempre tive aversão ao casamento. Meus pais brigavam muito, e naquele tempo as mulheres tinham vergonha da separação, porque ficavam "faladas".

    Não importa de qual deles era a culpa. O negócio é que não nasceram um pro outro.

    A minha avó também sofreu muito com os dois casamentos que teve. Isso me influenciou bastante.

    Porém, depois dos quarenta anos, eu passei a achar bonito os vestidos de noiva nas novelas, e fiz muita reflexão sobre o meu erro em projetar a vida delas em mim.

    O livre arbítrio é individual e não familiar.

    Sinceramente eu acho que você deveria aceitar a festa que querem lhe oferecer. Seja feliz, e faça-os alegres.

    Quando a sua família puder estar presente, mesmo que em outra data, nada impede de vocês brindarem a união outra vez, ou até fazerem festa novamente.

    Apesar de eu ser solteira, acho que casamento é compartilhar. O seu love ficará feliz ao ver a família alegre e unida com vocês.

    Não leve as mágoas da sua mãe e avó, para a sua vida a dois.

    A família dele também será sua família, e eles não tem culpa de nada.

    Abra o seu coração para essas gentilezas todas. Nessa vida, nada se repete.

    Casando na Igreja ou só no cartório, seja feliz...
    Você merece!!

    Fiquem com Deus.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Caramba que dilema, eu entendo o lado da familia dele, eu entendo seu lado, e talvez sua decisao nao va agradar a familia dele e deixar todo mundo feliz. Mas e seu casamento, seu grande dia, se voce quiser casar no cartorio, com glamour, debaixo da ponte, em cima do predio, enfim onde for o importante e fazer o que te deixa feliz e confortavel. Casamento e algo que deve agradar aos noivos e nao as familias, pelo menos penso assim. O que a Amapola te falou faz todo sentido, voce pode perfeitamente fazer duas festas e dois casamentos em datas distintas e assim todo mundo ficar feliz, se isso te agradar. Enfim o que to tentando dizer e que siga seu coracao, converse com o seu love e facam o que for fazer os dois felizes e confortaveis. Boa sorte por ai.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  7. Renata, eu penso como você: se fosse a minha festa eu também gostaria de uma cerimônia simples. Eu casei só no civil e não tive vontade de casar na igreja de branco e tudo mais, não me empolguei. Marido me deu a opção de casarmos no Brasil se eu quisesse, mas quando vi o trabalhão que eu teria tendo que organizar tudo a distância (claro que minha família me ajudaria ), fora os preços absurdos que é para casar no Brasil, até com uma festa simples, não fiz questão. Realmente, pra você, organizar tudo sozinha ai não é facil, mesmo tendo ajuda da sua sogra que tem super boa vontade, mas ela quer algo diferente do que você deseja, ai também fica complicado né... Infelizmente pra nós que moramos longe da família, não dá pra ter tudo: se vc casa no Brasil, talvez alguns amigos e pessoas da família do seu marido não poderão ir, se vc casa na Suíça, a mesma coisa. Eu queria ter pessoas que eu considero no dia do meu casório, mas não foi possível... fazer o que...? Eu vou com a Marcy: aproveita que a sua mãe estará ai em agosto e CASA!! rs... Bjs e boa sorte na decisão.

    ResponderExcluir
  8. Ai Renata se eu contar a história do meu...

    Eu já morava junto com Iwan faziam 9 meses (mas eu era au pair). Minha mãe não aceitava essa história de morar junto de jeito nenhum, pra ela é: quer viver junto? Casa! Eu como você nunca tive o sonho de casar na igreja e tal, acho lindo, mas pra mim nunca foi big deal. Iwan disse que casava sem problema, mas igreja não iria rolar porque ele é ateu (até hoje minha mãe que é super católica não sabe que ele é ateu, eu sempre digo quando ela pergunta sobre religião que é uma religião especifica daqui ahhahaha). Nós tinhamos 0 dinheiros pra investir em casamento e festa. Só as despesas do visto e minhas passagens ficavam em bem mais de 5000 eurecas. Casar aqui ou lá? Bem eu teria que ir pro Brasil anyway pra aplicar pro visto e esperar ele ser aprovado. Eu não casaria nunca sem ter pelos menos meus pais por perto, ia ser o dia mais triste da minha vida e eu ainda sou filha única, acho que eles não me perdoariam.

    Meu pais não poderiam vir. Meu pai nunca tira férias, minha mãe tem o cachorro pra cuidar (parece besteira, mas meu cachorro é super doentinho, toma um monte de remedios e eles não tem coragem de deixa-lo lá com alguém cuidando), não iria rolar. Os pais do meu marido: minha sogra estava toda enrolada com o mestrado de medicina, meu sogro tem a propria empresa e não fecha nunca, eles avisaram que não poderia ir se fosse no Brasil. E ai???

    Bem minha sogra viu a minha angustia e disse: você é filha única, já vai morar aqui mesmo perto da gente, então eu entendo se você quiser casar no Brasil e nós não pudermos ir. Fazemos uma festa quando você voltar pra cá. Foi ai que mais aliviada eu decidi: me caso no Brasil com a familia por perto.

    Dai foi organização. Eu tinha 2 meses pra organizar tudo. Iria ser simplesmente civil, mas meus pais ofereceram pagar o almoço pros convidados em um restaurante, meu vestido, decoração do lugar, enfim, eu só gastei com o cartório, o resto eu ganhei de presente. Ter meus pais e rostos conhecidos de infância no meu casamento fez toda a diferença. Foi um dia lindo na minha vida. Não mudaria em nada.

    A festa na Holanda? Nunca rolou ahhahahahah e somos felizes assim mesmo, em setembro eu faço 2 anos de casada.

    beijos

    ResponderExcluir
  9. Eu te entendo perfeitamente, pois casei aqui na Alemanha longe da minha família e longe da família do meu marido também já que eles moram há 6 horas de distancia daqui. Mas essa sua idéia de se casar em Las Vegas é muito boa, pois reúne a lua de mel, uma viagem muito legal e o casório em si, né? Um abraco

    ResponderExcluir
  10. Oh, tirando a parte de, por acaso, não ter a parte do Brasil na festa...eu aproveitaria o entusiasmo da sua sogrona e entrava de cabeça hahaha só aparecia vestida pra casar hahahaha Porque não é mole, não. Até a coisa mais simples do mundo, dá um certo trabalho. Faz a alegria da sogra, Renatinha (oh a intimidade já hahaha) e casa com o filho dela!hahaha Bjs

    ResponderExcluir
  11. Ai ai ai Renatinha!!!
    Essa decisão não é fácil MESMO! P vc ter noção, vim p cá com um visto de noiva, sabia q teria q casar em 90 dias, mas cheguei sem planos, sem pensar a respeito! Bloqueei tudo na minha cabeça pq n é fácil casar sem a família! N mesmo!

    Olha, não é da minha conta, mas deixa eu te dizer o que EU faria:
    Casamento no Brasil é o OLHO da cara, acho q fazer a festa do jeito que vc quer, mais juntar dinheiro da passagem de umas 3 pessoas importantes p vc sai mais barato que casar no Brasil.

    VC pode "ajudar" a pagar essas 3 passagens, sei lá! PQ qlq buffet no Brasil custa, no mínimo, 5 vezes mais do que esse preço aí q vc falou!

    Meu casamento aqui foi lindo e n saiu caro MESMO. Casar, é um divisor de águas p mim. É um peso maior, algo que me faz bem.

    Eu só espero q vc consiga achar um meio termo entre ficar feliz e fazer as pessoas importantes p vc e p seu marido felizes tb.

    Boa sorte e beijo enorme!

    ResponderExcluir
  12. Re, como voce eu nunca tive o sonho de casar, aquela coisa toda, de branco, igreja e tals... Tanto que eu nao casei de branco e nao fiz quase nada que as pessoas costumam fazer em seus casamentos...

    Mas eu acho que depois que a gente conhece alguem que a gente ama muito, o casamento, a cerimonia, eh importante... Foi pra mim, sabe? Foi uma maneira linda de mostrar como nos amamos e como queremos ficar pra sempre juntos...

    Dai o que fazer?

    Se seu namoridon (hehe) quer se casar na Suécia, que ele ajude a montar tudo com você.... E depois, faca também uma celebração no Brasil.. dai todo mundo participa?

    Ou então, essa de casar em Las Vegas também eh legal! So voces dois... E o "padre" vestido de Elvis.. hehehe

    ResponderExcluir
  13. Nossa filha são tantas as opiniões,tantas sugestões,esse post me surpreendeu pelo conteúdo um tema que vc nem cogitava e eu sempre quis que um dia vc encontrasse a pessoa certa que iria mudar a sua forma de pensar,de vc realmente ter a sua familia,porque toda mãe de filha única tem essa preocupação,enfim,surgi através da telinha um suéco que está conseguindo milagres..kkk.
    Filha eu só quero estar presente,não importa como vai ser o seu casamento,eu só me importo com a sua felicidade,se tiver que fazer uma comemoração aí,td bem,no Brasil com certeza iremos fzer tbm,faça sempre o que o seu coração pedir,o mais importante vc já tem o NOIVO..kkkkk
    Em breve estaremos juntas e iremos nos divertir muito ,te amo ,saudades,bjssss
    sua mãe.....fá de carteirinha

    ResponderExcluir
  14. Rê gata, o segredo é voce ser extremamente sincera com sua sogrita, que ela vai te entender ... ela pode até ficar magoada a principio, mas depois ela vai aceitar e respeitar sua decisão! Eu entendo perfeitamente, como voce se sente sobre casar aí sem a presenca da sua familia e amigos ... mas, o dia do seu casamento vai ser um dos dias mais felizes da sua vida (se não O mais feliz), fazendo festona ou festinha!! ;)
    Boa sorte aí!! To torcendo por voce!!

    Beijão

    ResponderExcluir
  15. Renata, esta coisa de casamento é difícil mesmo!! Eu também nunca tive vontade de casar, aliás sempre achei que nunca casaria, e quando marido me pediu em casamento, acabamos decidindo por comemorar! Celebrar o rito de passagem sabe? Demoramos um ano e meio para organizar tudo, pq decidimos fazer o casamento no Brasil, pois para mim era essencial ter minha família junto. Foi trabalhoso, pq além de organizar o casamento, ajudei os americanos que viajaram para o Brasil a organizar a viagem deles (fechei hotel, organizei visto e etc.) Apesar do trabalho, e de não ser um sonho, digo que valeu muito a pena!! Acho que vc tem que fazer o que vc e o seu marido desejam. No fim, a coisa é para celebrar o esta passagem de vcs, então tem que ser especial para vcs!! Acho que a melhor coisa é vc conversar com o seu marido, ver o que vcs querem fazer, e então conversar com os familiares e explicar a posição de vcs, se eles quiserem entender bem, senão, no fim o casamento é de vcs, e eles vão ter que get over it :) Boa sorte!! Bjuss

    ResponderExcluir
  16. Renata, faça algo que lhe dê paz, que no final, vc possa olhar pra trás e dizer: I did it my way! - Eu tb fui muito criticada pq eu não queria casar na igreja, mesmo sendo evangélica.Pra mim não é o lugar, mas a celebração em si.O mais importante é o amor e o que vem depois da celebração e não aquela coisa glamurosa em si.

    Espero que vcs dois possam chegar em um acordo que seja ótimo para ambas famílias.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  17. Rê,

    O importante é vc ser feliz e ouça primeiramente o seu coração depois pense com a razão.

    Tenho certeza que no final tudo se resolverá.
    Te desejo toda a felicidade do mundo.

    Bjs

    ResponderExcluir
  18. Eu passo pela mesma coisa, tudo igual, juro! Atè a sogra querendo festao. Mas a unica coisa diferente è que o Henry topa casar no Brasil.
    Mas aqui tambem temos um monte de prioridade, entao o tempo vai passando.
    Nao acho que seja frescura voce querer ter alguem da sua familia na festa, acho que voce tà certissima!
    Espero que voce consiga resolver tudo!
    Beijaaao!

    ResponderExcluir
  19. Ahhh... eu acho que seria muuuito legal casar em Las Vegas!!!

    ResponderExcluir
  20. oi RÊ!
    nossa este post deu pano pra manga hem...
    já fizeram tantos comentários que eu nem tenho mais o que falar... rsrsr
    bom, quero apenas te dizer... faça o que seu coração mandar!!!!! e seja feliz... mesmo que sendo uma comemoração pequena... depois quando forem ao Brasil comemorem com a sua familia lá...
    o imporante é você estar feliz... e é o que parce né!!!
    beijossss

    ResponderExcluir
  21. Oi, Renatinha :)

    Eu imagino que seja super difícil! Quando eu e o marido decidimos casar, nós queriamos algo bem simples também. E quando eu digo simples, é simples mesmo. Ouvimos de tudo por conta disso, porque fizemos uma festa para 36 pessoas e ponto. Não convidei a família toda, não convidei o mundo todo... E o marido concordou! Fechamos um bistrô Francês para um café da manhã, o Pastor deu as benção, tinha um violinista e pessoas que nós amamos e nos amam de volta. Pronto!

    Eu entendo você... Eu também queria as pessoas que torciam por mim naquele momento. Eu só queria vibração positiva, eu não queria provar nada pra ninguém e nem exibir uma festa para ninguém. Aquela festa era nossa, minha e do marido!

    A minha sugestão é que vocês sentem e decidam por algo que combinem com vocês dois. Acho que seria uma ótima idéia aproveitar o mês de Agosto quando sua mãe estará aí e talvez vir outra pessoa que você também ame muito :)

    E olha, só pra concluir... Casamento é benção de Deus! Não importa o histórico da sua família, Deus pode escrever uma nova história a partir de você ;)

    Um beijão!!!!!!

    ResponderExcluir
  22. Oi sobre o idioma..vc conhece o Livemocha?

    ResponderExcluir
  23. RENATA QUANTO CUSTA UM CASAMENTO NO CIVIL AI

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá !!Pra casar na Suécia, o cartório daqui que se chama stadshuset custa dependendo da cidade entre Kr500,00 e 800,00 que em real são entre R$150,00 e 240,00.
      Espero ter ajudado.
      Abraços.

      Excluir
  24. Olá , Renata!
    Acabei de chegar da Suécia e esarei dando entrada na minha papelada aqui no Brasil nos próximos dias, mas estou com muitas dúvidas...Por exemplo, já que vou morar na Suécia, o melhor é casar por lá?! Ou caso no civil no Brasil?! Penso sobre a questão juridica mesmo, o que mais facilitaria minha vida...Você pode me ajudar?!

    Gostaria de um meio de contato, se possível um e-mail, para poder tirar algumas dúvidas. Quero resolver minha vidinha o mais rápido possível...As saudades, minha e dele, estão insuportáveis...Coisas de amor..Mil beijos.
    P.S.: Adoro seu blog!!!( Foi aqui que achei a dica da carta convite hehe) Muito obrigada e Fica com Deus

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!
Obrigada pela visita e volte sempre!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...