oncontextmenu='return false'>

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Vencendo a primeira etapa !


 
Primeiramente queria agradecer cada palavra, cada vírgula escrita por cada uma de vocês, foram dezenas de comentários e emails que fizeram a diferença dias antes da cirurgia, eu lia e relia os comentários de vocês toda vez que o desespero batia, essa energia positiva me atingiu como um raio e foi me levantando e me dando coragem pra enfrentar o dia da cirurgia.
Desde semana passada até a véspera da cirurgia eu e o médico discutimos sobre a retirada parcial ou total da mama, se seria a mama inteira ou só um quadrante, optamos por um quadrante com a retirada total do mamilo e caso seja necessário à remoção total num futuro será feita juntamente com a cirurgia plástica.
Na véspera da cirurgia aplicamos algumas injeções que servem pra acusar se os gânglios linfáticos da axila foram atingidos e no meu caso foi, ainda bem que estava bem no comecinho e só precisei  tirar na faixa de 3 ou 4 linfas e mesmo apesar disso de acordo com o meu médido o resultado cirurgia foi um muito bom.
Internei ontem as 7.30 da manha e cheguei em casa hoje à tarde, fui tratada como uma rainha e isso consolou muito a dor de voltar pra casa sem um pedação do meu peito, existe a plástica sim, mas até lá será um longo período de conflitos com o meu espelho que eu tenho que aprender a enfrentar, é um verdadeiro teste de paciência que tem horas que parece que vou ficar doida, aliás, já devo ter ficado rsrs.
Preocupada com a minha própria reação depois da cirurgia, eu fiz uma tratamento de choque comigo mesma, vi muitas fotos de mulheres que passaram pela mastectomia radical então já tinha uma ideia de como iria ficar, dentre todas as fotos que vi me sinto até uma privilegiada por ter sobrado um pouquinho de peito mesmo faltando o mamilo.
O medico me disse que o material já está em analise e que devo começar com o oncologista daqui a 3 semanas, espero e oro muito pra que esse câncer dentro dos muitos que existem seja um bem “bonzinho”, mas de qualquer jeito a quimioterapia já está confirmada, ele disse que a químio na minha idade é indispensável, pois sou muito jovem, e pelo jeito não vou poder fugir disso, ai que medãooo gente.
Usei um dreno e passei bem apesar das dores e dormências terríveis no braço, a fisioterapeuta me disse que isso é normal, pois devido aos pequenos gânglios que foram retirados da axila, toda a equipe me disse que eu tenho que tentar levar a minha vida da forma mais normal possível, começando aos poucos, terei que fazer fisioterapia em casa e começar a mover o braço gradativamente e a minha única limitação por enquanto é só levantar peso, mas a dor no braço é terrível, parece que ele pesa cem kilos.
Eu estava ensaiando como eu ia ver o peito pela primeira vez qual seria a minha reação e como ia mostrar para o Ramberg pela primeira vez, mas sem eu menos esperar veio a enfermeira já resolveu tudo fazendo um curativo na frente dele sem me perguntar nada, pensando bem foi melhor assim, nem deu tempo de pensar e criar fantasmas em cima disso.
Terça feira passada eu estava recebendo a noticia desse meu problema e hoje uma semana depois já o removi, como ultimamente eu ando super sensível e bipolar isso só me faz pensar o quanto a nossa vida é imprevisível e muda do dia pra noite sem a nossa permissão e controle que é Deus e a nossa fé que controla tudo, nada acontece sem o controle dele, claro que na teoria eu já sabia disso só não sabia que ganharia um curso intensivo na pratica.
Daqui pra frente é ter fé pra enfrentar tudo que está por vir, não será um período fácil mas com medo ou sem medo esse tratamento está a minha espera, foi na minha porta que isso bateu e algum motivo isso deve ter, só tento me apegar nas informações positivas e não absorver tudo que leio porque pra quem é leiga como eu informação demais atrapalha, vou tentar deixar isso pra quem estudou e confiar nos médicos e em Deus.
Vou tentar levar esse blog em frente sem ficar escrevendo sobre esse assunto o tempo todo, pois sei que é triste, e de tristeza o tempo todo ninguém gosta né? Mas ao invés disso quero escrever sobre as coisas positivas que estou conseguindo extrair desse problema e levar isso pra vocês que estão torcendo por mim e estão sempre aqui ou pra quem está passando por essa mesma fase que eu.
Aos pouquinhos vou respondendo todos os emails e comentários de vocês, ainda estou meia grogue pela anestesia, mas jaja entro nos eixos.
Obrigada, obrigada, obrigada (DE NOVO) a todas orações, pensamento positivos e palavras lindas que vocês me escreveram, nunca vou cansar de agradecer esse carinho vindo de gente que nem me conhece mas abraçou a minha causa e está torcendo por mim.
Beijos no coração de todas!

sábado, 7 de julho de 2012

Meninas por favor ! Se toquem !

Meses atrás eu comecei a notar que a auréola da minha mama direita estava com uma cor diferente, mais clara que o normal e sem o desenho redondinho que havia antes.
Depois disso as minhas mamas começaram a aumentar e ficaram inchadas e doloridas, não era um inchaço comum que antecede a menstruação, mas sim um inchaço fora do normal  que se eu corresse ou pulasse doía e tinha dias que eu sentia as minhas mamas  esquentarem.
Foi quando isso começou a me incomodar e fazendo o auto exame encontrei um caroço na mama direita, a mesma que estava com cor diferente na auréola, aí eu percebi que isso não era um incomodo que antecedia a mensruação pois não desaparecia.
Marcamos uma consulta com um clinico geral e ele assim que me examinou confirmou a existência de um caroço entre 2 cm 2.5 cm e me encaminhou para a mamografia, até então eu estava super tranquila achando que isso seria mais só um nódulo.
Marcamos a mamografia, e no mesmo dia eles resolveram que eu teria que fazer uma punção (retirada do liquido do caroço através de uma agulha).
Durante o exame a medica me disse que estava tudo bem e que eles não tinham visto nada de diferente na mamografia, me apeguei totalmente nisso e fiquei  tranquila.
Dias depois recebi 3 cartas do hospital, uma dizendo que o meu caso era cirúrgico, outra dizendo que eu tinha uma consulta com um cirurgião e outra pedindo a repetição da mamografia, enfim uma confusão total.
Pelo fato de não termos entendido nada ligamos para o hospital para tentar entender o que estava se passando e marcamos uma consulta com um especialista.
Na consulta ele disse que o resultado não tinha sido claro e que seria necessário outra ultrassom com biopsia e foi quando eu comecei a achar isso estranho, mas ainda acreditava que não seria nada, continuei calma e as únicas pessoas que sabiam era a família do loves e minha madrinha, afinal na minha cabeça esses eram só exames de rotina.
Dia 3 junho, essa semana retornamos ao médico e resultado dos exames foi que eu tenho um câncer de mama!
Na hora o meu chão caiu o meu estomago quase saiu pela boca, o pavor, o medo e o desespero tomaram conta de mim e a sensação que eu tinha era de querer sair correndo e gritando de tanto desespero, tinha horas que eu não ouvia o que o médico dizia e não consegui entender mais nenhuma palavra, loucura total.

Eu Renata 33 anos, que acabou de começar uma vida em um novo país, planejando casamento e cheia de planos não conseguia escutar da boca do médico que eu teria que fazer a remoção parcial ou total de uma mama e seguir com um tratamento com químico e radioterapia, Deus que me perdoe, mas na hora eu só pensei nos cabelos, no peito, na vaidade e na morte.
Me veio tanta coisa na cabeça!! Ohhh Deus !
Neuras mais ou menos assim :
Será que não cuidei bem da minha saúde? Será que guardei magoas demais? Será que levei a vida da maneira errada? Castigo ou aprendizado?

Parece besteira mas é exatamente isso que vem na cabeça, uma série de questinamentos.

Viemos pra casa e eu o ramberg só fazíamos chorar e chorar, a unica coisa que me passou pela cabeça foi ligar para duas grandes amigas, pra minha madrinha , ela que me aconselhou a contar pra minha mãe, essa foi a parte mais dolorida, o sofrimento dela me sangrou o coração.

A única coisa que passava pela minha cabeça era a pergunta :
Por que eu?
Isso juntamente com um medo absurdo de morrer, a primeira noite após a noticia foi a pior noite da minha vida, eu consegui ver a cara da morte quando fechava os olhos e quando dava uma cochilada acordava totalmente assustada e ja começava a chorar.

Ontem com a cabeça um pouco mais fresca ligamos para a enfermeira que se pós a disposição de responder todas as nossas duvidas, ela disse que o meu tratamento já esta planejado que a quimio e radio será indispensável mas que a quantidade só será decidida após a retirada do tumor e que no final do tratamento quando eu já estiver saudável irei fazer uma cirurgia reparadora e que também tem a possibilidade deles salvarem alguns óvulos caso no futuro eu queira ter filhos.
Isso me animou bastante mas o meu emocional está tão abalado que o animo não dura muito tempo, eu caio no choro mesmo e choro de soluçar e muitas vezes tento me iludir achando que o médico trocou os exames e que isso não é comigo.
Eu perguntei umas dez vezes para o Ramberg se é isso que ele quer pra vida dele e se ele está disposto a passar por tudo isso, pois dá pra sentir o pânico e medo no rosto dele, medo de não dar conta sozinho, a resposta dele foi que ele me ama e que vamos superar isso juntos, mas  me dá um medo danado que ele não goste da Renata que ficará por um tempo careca a sem um peito, a minha autoestima está no fundo do poço e parece que eu me resumo só em uma mama e cabelo, esqueço que existe um sentimento chamado amor.

A minha família está sendo fundamental, minha tia Rosana, minha madrinha Angélica, minha prima Tota
 [faço questão de escrever o nome de cada uma aqui] estão sendo fundamentais nesses dias, elas me põe lá em cima e não me deixam sentir sozinha, minha mãe nem se fala,  mas ao mesmo tempo quando olho pra ela na web cam vejo que ela está inconsolável.
Tenho certeza que Deus no seu tempo irá acalmar os nossos corações e nos dará  força pra isso tudo, mas o problema é que o choque não nos deixa pensar na solução mas sim somente no problema.
A cirurgia está confirmada para a próxima terça feira 10 de julho e o meu coração esta na mão, acelerado pelas coisas que ainda estão por vir.
Tenho certeza que essa batalha contra o câncer me fará uma guerreira!!
Então meninas o meu conselho é:
Se toquem, façam o autoexame e prestem atenção nos pequenos detalhes que o seu corpo apresenta.
Façam, façam, façam o autoexame!!



Mando noticias assim que possível, obrigada pelo carinho de sempre!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...