oncontextmenu='return false'>

domingo, 23 de setembro de 2012

Ôhh semaninha !


Essa semana eu comecei um curso oferecido pelo arbetsförmedlingen (esse é o nome da agência de empregos que pertence ao governo sueco) a finalidade do curso é integrar imigrantes no mercado de trabalho, eles ensinam como preparar currículos, dão estágio e noções básicas sobre algumas áreas que estão em destaque como hotelaria, creche, turismo, restaurantes e asilos.
Essa agencia de emprego estatal dá esses cursos remunerados com a intenção de baixar o número de desemprego na Suécia, então pra parecer que a taxa de desemprego é baixa eles põe o povo pra estudar e pagam um vale coxinha e o que anteriormente era chamado de desempregado passa a virar 'estudante'os estágios também são eles que pagam e não as empresas acaba sendo uma  parceria. 
A turma é pequena um total de 12 alunos, uma tailandesa, 2 do Congo, Iran, Iraque, Afeganistão, Bélgica e eu, alguns estão até entusiasmados, mas outros se percebe facinho que estão lá só por causa do dinheiro.
Eu não sei se dou conta do recado, nessa primeira semana de curso já me arrependi de ter entrado, pois o curso é período integral e eu ando muito cansada sentindo dor cabeça todo dia, eu sei... eu sei... Que devia estar descansando e pegando mais leve, mas achei a proposta boa a principio, pensei numa forma de trabalhar futuramente, aprimorar o idioma e ir ocupando a cabeça enquanto isso, eu nem pensei na carga horária e no estágio que está por vir, viajei total.
Quando a professora começou com a introdução falando sobre o que o curso englobava foi me dando um desespero, uma vontade de sair correndo da sala de aula, pq até então só a minha professora do curso antigo que sabia que eu estou num tratamento de quimioterapia e ainda tenho 23.8429 radioterapias pra fazer e que tem dias que eu nem me aguento em pé, na hora só me vinha o seguinte pensamento:

Renata pegue seu banquinho e saia de mancinho porque tu não vai dar conta negona!!

Foi aí que cheguei pra professora e abri o jogo falando sobre tudo o que estava se passando, das minhas limitações nesse período e do tratamento, a principio ela tomou um susto parece ter ficado um pouco chocada, mas respondeu que tudo bem e que eles dariam um jeito.
Essa foi a primeira vez que me senti digamos assim “impotente” desde que soube do meu problema, vai ver que até então a ficha não tinha caído, e isso também me fez ver o quanto eu pego pesado comigo mesma me matriculando num curso com carga horária pesada ao invés de por o pé no freio e fazer as aulas de yoga ( obrigada pelas dicas) e maquiagem que o hospital me oferece de graça que até hoje eu não me dei o prazer de fazer.
Nesses poucos meses eu aprendi que nenhum tratamento médico faz sucesso sozinho, tem que ser feito um tratamento psicológico e espiritual ao mesmo tempo, pois nós somos corpo e alma e tem coisas que vão além do bisturi, oração, meditação e leitura são fundamentais, isso tem me feito um bem danado, mas ainda sinto falta de fazer algo só pra mim, ter o meu momento.
Chego do curso, começo a fazer as coisas em casa e quando vou ver já se passou mais um dia, tudo bem que sempre fiz isso mas essa semana eu fiquei exausta,  sim o loves ajuda mas na comida ele se atrapalha todo e aí quando eu vou ver já estou com a mão na massa.
Eu ainda estou decidindo se continuo ou não, até lá vou levando até aonde dá!
E pra deixar essa semana ainda mais emocionante, caiu um tufo de cabelo na lateral aonde a touca não pegou, uma cárie do dia pra noite, a menstruação já parou de vir, inchaço, unhas escurecendo, aiaiaia , o cabelo eu puxava e ele vinha... e vinha... mas graças a Deus parou eu só fiquei só com um buraquinho na lateral da cabeça :))Lindo! mas tudo bem, pois apesar desses altos e baixos que já estavam previstos eu tenho muito mas muito mais a agradecer do que pedir.

22 comentários:

  1. Filha acho que as vezes pensamos que somos super mulher e não paramos para pensar nos problemas e acabamos nos atropelando tomando decisões sem pensar,voce está numa fase de descanso e fazer somente coisas que lhe dê prazer ou fazer somente o necessário tanto para cabeça e para o corpo,vc está em tratamento sério e graças a Deus vc não precisa estar com uma carga horária tão cheia que não está te fazendo bem,voce precisa RELAXAR para vc terminar seu tratamento com tranquilidade para vc poder voltar com força total assim que vc ficar 100%.
    Filha eu te falei quando fiz niver que eu iria ter mais cuidado comigo e como mãe eu te falo a mesma coisa,voce é linda minha guerreira,tem toda a felicidade de cada dia te esperando ,não tenha pressa,não se cobre muito,faça ou dance conforme a música,pense nisso....te amo muito ,bjss

    ResponderExcluir
  2. Renata achei muito legal esses cursos que eles oferencem para integrar imigrantes,nossa quanta cultura misturada na sua turma,eu ia amar fazer um curso desses,mas se voce acha que nao dara conta,entao 'e melhor voce nao fazer,pergunte ao seu medico o que ele acha,o curso de maquiagem e aulas de yoga que o hospital oference tambem sao otimas opcoes para voce fazer algo so para voce,o importante e voce estar se sentindo bem e com tempo para descansar,se DEUS quiser esses efeitos chatinhos da quimio irao passar logo,em breve voce encontrara algo que se identifique para fazer.
    Beijao Renata :*

    ResponderExcluir
  3. Passei uma fase bem difícil tempos atrás e entendo exatamente o que você está sentindo Renata , a diferença é que meu problema não era de saúde mas me deixou com essa sensação de impotência que você disse . Nessas horas é preciso ter força , fé e paciência , isso você deixa transparecer que tem , mas o que eu gostaria de acrescentar é : não exija tanto de você mesma , sei que é complicado , mas se der vontade de chorar , chore mesmo ; se der vontade de passar o dia vendo tv , veja sim ! Faça o que te der vontade e não cobre tanto de você , lembre-se de que sua atual condição é bastante delicada . O resto Deus fará ! Posso dizer uma coisa inusitada ? Te amo viu ? Pronto falei ! E te admiro muito . Vai dar tudo certo , eu sei . Bjs Lana

    ResponderExcluir
  4. A prioridade do momento é RENATA .
    Se o curso te der prazer ,te faça feliz,te faça espairecer ,ótimo.
    mais se você perceber que o mar não está para peixe ,sai fora sereia .Não se cobre e não deixe de dar prioridade as coisas que te fazem realmente feliz.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Ôh Re sua malukinha rs vai descansar, relaxar, fazer coisas mais suaves, depois do tratamento vc vai com tudo, agora pense em vc, só em vc viu, beijinhos.

    ResponderExcluir
  6. O curso que você esta fazendo é como o que eu fiz aqui, pelo governo, com vale coxinha e estágio na sequência. Antes do curso eu vinha da rotina da escola, e uns meses de férias entre escola e curso, então a escola era das 8:30 ás 13hs e um dia na semana somente ate às 11hs, ou seja, não era tão pesado. O curso era das 9hs às 14:30hs e tinha toda uma espectativa de opter resultado, pressäo por causa do estágio e vontade de conseguir emprego depois, o que é bem estressante. Foram 5 meses de curso, dois de estágio através do curso, e mais três de estágio pela agência. O estágio tinha a mesma carga horário de um emprego, era das 7:00hs às 15hs, foi muito difícil no comeco pra pegar o ritmo, bem cansativo mesmo, fora o estresse de não saber o que rolaria depois dali, se seria contratada ou não, porque claro, não vamos querer perder o ritmo e voltar pro comeco, ou seja, desemprego.
    Eu tive três semanas de férias em julho, mas confesso que estou exausta e precisando muito de um descanso.
    Então, estou contando como foi minha experiência pois acho que é a mesma situacão que você se encontra, me refiro ao curso e depois estágio, pra você ter uma ideia do cansaco que gera e do estresse.
    Não gosto de me meter e dar conselho, mas já que você ainda não sabe o que vai fazer, eu diria pra você procurar saber se pode adiar o curso, se não perderia sua vaga se deixasse pra fazer ano que vem, depois do inverno, depois do seu tratamento, depois de um bom descanso. Eu acredito que eles te darão essa chance sim.
    Já o curso de maquiagem deve ser ótimo, eu me jogaria nele.
    Boa sorte em tudo. Se cuida.

    Beijo

    ResponderExcluir
  7. Fofolete, obedece a sua mãe, hein! rs...Não é hora de se sobrecarregar não. Como vc bem disse, o resultado de um bom tratamento é o equilíbrio de corpo, alma, mente...e acho que arrumar mais preocupações para a sua cabecinha, não é o momento adequado. Porque vc vai querer fazer e se vc perceber que não está dando conta do recado, vc vai se cobrar e aí, já viu né no que vai dar: um stress só. Tome cuidado com seu bem estar. Vc está bem, dando conta do recado, mas é preciso se preservar, viu? Se cuide aí. Bjs

    ResponderExcluir
  8. Renata, não tem essa de sentir impotente não menina!! Outras oportunidades virão e você conseguirá aproveitá-las também. Pense em você, na sua saúde, não exija muito do seu corpo neste período, cuide de você em primeiro lugar. Faça o que te der prazer. Ouça o seu corpo, talvez ele esteja dizendo: "fique em casa Renata, descanse".
    Achei muito interessante essa iniciativa do governo sueco. Aqui na Suíça é uma pena que não existam iniciativas assim. Bjs e boa semana

    ResponderExcluir
  9. Oi Re, nada de virar a supermulher, ne? Voce tem que respeitar o seu corpo, mulher! E olha, todos esses sintomas vao sumir quando o tratamento terminar... Cabelo vai crescer, unhas vao ficar lindas... Eh so uma questão de tempo!
    beijocas

    ResponderExcluir
  10. Re, mulher quando fica mais debilitada e um problema porque estamos acostumadas a viver a vida a 1.000 km por hora, mas as vezes principalmente me situacoes mais especiais precisamos colocar o pe no freio para o nosso bem. Como um monte de gente ja comentou aqui, voce precisa se respeitar, se dar um tempo, buscar outros prazeres e coisas a fazer que facam bem para sua mente e seu corpo. Imagino que nao e facil passar por essa fase, mas quando a sua quimioterapia acabar tudo vai se restabelecer, por mais que deva ser chato falar pra alguem paciencia, agora e voce precisa dela mais do que nunca.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Vc é forte e querreira,me espelho em vc. Meus problemas tao pequenos e eu choramingando e vc,ai ,forte,linda...Parabens. Deus te abencoe!

    ResponderExcluir
  12. Admiro muito a sua coragem e força!
    Vou procurar saber se aqui na minha Kommun também tem esse tipo de curso.

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Menina corajosa e querida!
    Admiro seu jeito de ser...Enfrenta tudo com fé,esperança,coragem e determinação(és um exemplo de vida)
    Tenho certeza que Deus a tornará vitoriosa e que juntas estaremos agradecendo a Ele pela maravilha que já está fazendo em sua vida com a recuperação total de sua saúde.
    Fique bem, faça somente o que seu coração desejar, vai devagar...existe um tempo pra tudo.
    Todos os dias, estarei unida a ti em oração pois confio no amor de Deus para com seus filhos.(que Nele crê)
    Renata querida, tornastes muito especial para mim.
    Um abraço carinhoso e uma semana repleta de bençãos e de alegrias pra ti.

    Obrigada pelo seu carinho lá no blog...Amei!

    ResponderExcluir
  14. Minha flor, emocionante seu depoimento, você é linda demais e é bom que vc vai sentindo seu corpo e percebendo qual seu limite, é um momento novo, difícil, mas que você está passando bem, se você sentir que fica demais prá você, interrompa o curso, você não precisa provar nada, tem momentos que a gente precisa dar um tempo pro corpo se recuperar. Você é forte, é linda e está dando a volta por cima, seu íntimo é muito tenaz e deve ser também pelo amor que você tem a sua volta, parabéns amiga, parabéns pela lição e obrigada pelo carinho, você é muito especial prá mim, Renata, bjo grande.Vamos nos falando, em pensamento to por aí.

    ResponderExcluir
  15. Re, eu acho que vc está seguindo sua vida! Sou das que acredita que não dá para continuar vc pára, mas pelo menos vc não vai ficar encucada com o E se... Vai um passo de cada vez, e siga seu ritmo. Vc está experimentando. Nçao existe uma receita certa de como lidar com tudo o que vc está passando. Cada um é único, e vc vai achar seu ritmo! É difícil falar para vc não se sentir impotente, mas olha, vc têm sim o controle da sua situação (até onde é possível)! É só ler os seus posts que vemos que tudo que vc estpa passando vc está controlando e não sendo controlada!! Boa sorte, e que vc consiga seguir aquilo que vc achar melhor!! Bjos com muito carinho!

    ResponderExcluir
  16. RÊ!
    tem semana que é assim mesmo viu!!!!
    e por incrivel que pareça a minha semana passada também não foi das melhores...
    estava muito nervosa, não sei anida o por que??!!! mas estava...
    briguei com Ivan... estva sem paciência com Valentina...
    foi de lascar também, fui ficar melhor ontem... minha mentruação esta atrasadíssima, estou preocupada com isso... ixi MULHERES!!!! né...
    e sobre cair cabelo, o meu cai naturalmente... muito... tenho uma ninharia de cabelo...
    então amiga, digo sempre a você: Te acho uma fortaleza!!! pois vc tem motivos pra estar assim... e ainda esta aí firme...
    Agora sobre o curso, vá se sentir vontade... e sobre a Yoga eu iria sim!!!! rsrsr... adoro essas coisas....
    beijossssssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  17. Ô Rê! Tem semana que é "daquele" jeito, né? Mas você fez bem em abrir o jogo com a professora. Esses cursos do hospital parecem ser divertido né? Seria uma ocupação gostosa pra você.
    Você é uma guerreira muito forte de ter encarado o curso, e se você pensar de desistir, não pensa que é por fraqueza, tem época das nossas vidas que a gente precisa focar em outras coisas.
    Fica bem, querida. Espero que os sintomas passem, e que você fique ótima e só lembre de todo esse processo para contar história. Um beijo com muito carinho.

    ResponderExcluir
  18. Renata, pelo pouco que tenho lido e te conhecido através do seu blog, posso dizer sem sombra de dúvida que voce é uma pessoa guerreira, que vai a luta, que está sempre dando o melhor de si. Saiba que respeitar as nossas limitaçoes é uma medida inteligente pra vencer as nossas "guerras". Agora é momento de você se colocar em primeiro lugar, relaxar, cuidar da sua saúde. Deixe tudo o resto pra depois linda. Isto não te fará fraca e sim mais forte ainda..bjs que Deus a abençoe..bjs

    ResponderExcluir
  19. Renata, a idéia de fazer Yoga é fantástica! Acho que vai ajudar muito não só nessa fase, mas no futuro também.
    Pense em você; ouça o ritmo que seu corpo está pedindo agora ;-) e siga.
    Beijo grande,
    Lu

    ResponderExcluir
  20. olá Renata!
    Força aí amiga, tudo vai passar, lhe digo depois de tudo, a felicidade não caberá no peito. E a certeza de que sua fé move montanhas é certa.
    To aqui na torcida.
    Bjos da Sol

    ResponderExcluir
  21. Oi Renata! Eu encontrei o seu blog ontem, enquanto "passeava" sem destino... A primeira coisa que me chamou à atenção é que você, tal como eu, está a viver na Suécia (e eu devoro qualquer blog do género, faz-me muito bem aprender com as experiências das outras blogueiras)... E a segunda coisa que me "prendeu" foi ler sobre a sua doença... A minha família já sofreu muito com cancro: o meu tio, a minha mãe, a minha irmã... A minha irmã tinha apenas 31 anos quando foi diagnosticada com cancro. Sempre teve uma vida muito regrada, tinha acabado de se casar e de engravidar, vai entender? A sua história faz-me regressar a 2009, quando tudo aconteceu, e eu quase passei mal ao ler os posts, levantam demasiadas emoções. Mas olha, hoje a minha irmã está óptima, muito feliz, com duas filhinhas lindas. E eu acredito que você também vai vencer, você tem toda a vida à sua frente. Envio muitas forças, muita energia positiva, estou a torcer por si!! Beijos de uma Portuguesa em Nyköping

    ResponderExcluir
  22. Oie Renata, saudades daqui!Muito feliz em saber que vc está engajada mas ao mesmo tempo feliz em tb ver que vc está reconhecendo que o espiritual e o emocional precisa ser tratado tb. Vá no seu ritmo e respeite o seu corpo.

    Bjs e sucesso!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário!
Obrigada pela visita e volte sempre!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...