oncontextmenu='return false'>

sábado, 13 de abril de 2013

Trabalhando com suecos

Meses atras eu escrevi sobre o curso que eu estava fazendo que incluia um estagio, o mesmo que eu estou ate agora e ficarei até a metade do mes de maio, bom, eu disse que tinha comecado mas nåo entrei em detalhes de como está sendo essa minha primeira experiencia em trabalhar com suecos.

Eu ja trabalhei com italianos gritalhoes que enfiam o dedo na cara da gente, romenos e búlgaros raivosos, espanhoes nada delicados, indonesianas fofoqueiras e cubanas fura olho mas sem querer puxar a sardinha pra o lado dos suecos eu simplesmente estou amando trabalhar com eles.

Eu faco meu estagio num clube esportivo, com quadra de basquete, icehockey, academia e piscina somos quase cem funcionarios e eu ”teoricamente” trabalho na recepcåo do clube, digo teoricamente porque todo mundo faz de tudo um pouco la dentro e a heriarquia e mínima.

Cada dia eu faco uma coisa diferente o que vai desde digitar alguns documentos e fazer servicos de escritorios em geral até controlar a entrada das pessoas numa porta eletronica que sempre trava, tarefa difícil porque os suecos tem a mania de querer fazer tudo sozinho, entåo a historia é sempre a mesma, eles tentam entrar com o cartåo e nåo conseguem, tentam de novo e a porta vai e trava, aí eu vou e ofereco ajuda, a maioria diz que nåo precisa, entao quando eles nåo querem eu respeito e deixo eles lá parados duas horas se matando (mesmo eu estando do lado disposta a ajudar) mas quando a fila comeca a ficar enorme e eu estou virada no samurai, já nem pergunto nada e vou ensinado como se usa o cartåo e empurrando o povo pra dentro.

Agora eu entendo porque as pessoas que trabalham no security check dos aeroportos tem sempre a cara feia e eståo de mal humor, claro que tem muita gente legal mas particularmente eu nåo tenho mais paciencia pra trabalhar com público prefiro ficar no escritório nem que seja pra tirar o pó.

O comeco nåo foi facil, pois se em uma situacåo cotidiana os suecos já såo super na deles no trabalho nåo seria diferente, eu fui muito bem recebida mas... ficava de fora das rodinhas, almocava sozinha, as vezes eles nåo entendiam o que eu queria dizer, nåo era chamada pra tomar café com eles, claro que no comeco isso acontece em qualquer lugar mas quando o idioma e a cultura såo diferentes parece que isso se acentua.

Ahhh o cafe!!!Se tem uma coisa que o sueco preza é o horario do café, que é sagrado, fora isso trabalham com calma e sem stress, enfim a licåo que eu aprendi lá foi que sueco trabalha pra viver e nåo vive pra trabalhar e ainda por cima de sandália e meia, pois aqui o que vale é o conforto, situacao que me faz dar risada lembrando das bolhas que eu ganhava nos pés quando trabalhava o dia inteirinho de salto.

Hoje faltando quase um mes pra acabar o meu contrato ja me sinto muito mais a vontade com eles, nåo quero ir embora chorando pq estou me sentindo um peixe fora d`agua, ja sou até convidada pra almocar e tomar café, recebo vários elogios pelo meu sueco meia boca e pelo meu trabalho e nåo vou mentir que essa experiencia está sendo super válida mesmo sendo só um estagio.

Tive a sorte de encontrar pessoas super legais que eståo me ensinando muita coisa com toda paciencia do mundo sem fazer com que eu me sinta completamente idiota, e alem de tudo tenho um chefe que além de lindo é gente boa pra caramba, traduzindo = Tive sorte.

Entåo, agora a pergunta que nåo quer calar...Se eu tenho a chance de ser efetivada nessa empresa ? Eu sinto que nåo e meu sexto sentido nåo costuma falhar e fora que ninguém me prometeu nada, mas nåo tem problema pois já estou pronta pra outra.

23 comentários:

  1. Nossa Renata concerteza nao deve ser facil lhe dar com os diferentes povos citados acima,aqui nos EUA eu tenho ate vergonha de ajudar alguem e falarem na minha cara que nao querem ajuda kkk,aqui eu acho estranho pq o pessoal ve os idosos e nao pedem pra ele irem pra frente na fila,meu marido disse que eles sempre querem esperar a vez deles,mas mesmo assim eu pergunto se querem passar na minha frente kkk.
    Seria bom se voce fosse contratada agora que voce esta mais ativa e socializada com todos,mas nao vai faltar outras oportunidades,voce ja esta bem adiantada e o pricipal sao as licoes e experiencias que aprendemos.Bjao :*

    ResponderExcluir
  2. Re no meu trabalho tenho vivido situacoes parecidas com os alemaes, mas a gente vai tirando de letra... bjs :)

    ResponderExcluir
  3. Renata,
    que legal essa experiência do estágio! Conhecer a cultura de trabalho de um país é uma experiência muito boa e que você vai carregar junto. Se eles efetivarem você (estou torcendo que sim!) ótimo, mas se você tiver que procurar outra coisa já vai mais preparada ;-)
    Beijo grande,
    Lu

    ResponderExcluir
  4. Hehe....italiano que mete o dedo na cara da gente! pura verdade isso, e eu nao suporto. Desejo que voce consiga ficar nesse emprego, se cado nao for esse, que venha coisa melhor.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi Renatinha!

    Eu nunca trabalhei com estrangeiros (quase não há em minha região). Trabalhei com nordestinos, que são alegres e engraçados (para eles, tudo está bem).
    Como professora, trabalho com quase 100% de pessoas nascidas aqui ou na região. Falta aquele intercâmbio cultural, sabe?

    Espero que eles te efetivem. Você é batalhadora demais, em vez de ficar lamentando seu tratamento, que era difícil, foi à luta e venceu.

    Grande beijo.

    ResponderExcluir
  6. Re, legal este post. Vou ser sincera, nao acho que voce teve apenas "sorte". Talvez um pouco sim, mas acredito que parte dessa experiencia ter sido legal e voce ter aprendido com ela foi merito seu, de como voce encarou de cabeca aberta, de como voce, mesmo enfrentando dificuldades no comeco nao saiu por ai metendo o pau nos suecos e reclamando do jeito deles, afinal, eh uma cultura totalmente diferente. Voce foi perseverante, deu tempo ao tempo, continuou dando o melhor de si e deu a eles uma abertura para que com o tempo se aproximassem de voce. Voce nao usou a primeira impressao que teve deles como desculpa para nada, pelo contrario. Gosto de posts assim. Que tiram coisas positivas, que mostram que voce entende o que eh diferenca cultural. Obrigada por compartilhar com a gente sua experiencia!
    Beijo enorme

    ResponderExcluir
  7. Olá Renata,
    Ja faz um tempo que sigo seu blog, eu comecei em janeiro meu visto sambo para Suecia, enquanto aguardo ansiosamente, estou estudando sueco no Brasil, e tenho achado dificilimo.
    Eu morei na Espanha durante 3 anos e meio e na Holanda durante 6 meses, falo espanhol fluente e ingles meia boca, mas o sueco me parece algo de outro mundo, até mais dificil que o holandés...comecei com o curso presencial, mas como tenho trabalhado muito e pouco ou nada de tempo para estudar, mudei o curso para online e só realmente vejo Svenska na classe de sabado, daí fico boiando e a professora não fala quase nada em portugues, sei que vou chegar reconhecendo algumas palavras e frases...mas bate um angustia porque nao estou aprendendo muito agora...mas tb é falta de tempo
    Hoje eu recebi um email da imigração sobre meu visto, eu e meu namorado programos uma lua de mel em maio contando que meu visto estaria pronto rapido, já que eu solicitei para Gävle e nao tem tanta procura, assim me disse o Consul no dia da entrevista, e liguei para ele este dias e disse que realmente nao tarda tanto
    Mas o email nao é animador, diz que o processo pode durar 5 meses e que meu processo nao havia sido assignado a nenhum oficial ainda, resumindo meu processo não está nem em analise, te confesso que estou super triste, porque temos reserva em hotel e voo para nossa viagem
    Mas que tudo o tempo que estamos sem nos ver....a saudade esta matando
    Gostaria de saber como foi seu processo, em que cidade vc mora, sobre trabalho...sei que é bem dificil porque li sobre outras brasileiras e conheço 2 pessoalmente que moram na Suecia e dizem o dificil que é encontrar um trabalho.
    Por isto, estou "estudando" aqui para adiantar e ve se nao fico muito tempo sem emprego...na verdade nao queria depender do meu namorado, mas sou consciente que querer não é poder.
    O tempo que fiquei na Suecia com ele, me identifiquei muito com o que vc escreveu, eles tem uma cultura muito diferente, eu vinha da Espanha acostumada com os espanhois que ate são parecidos com os brasileiros...mas calientes, na HOlanda o pesssoal é frio, mas na Suecia eles nem falam....tinha dia que eu ficava realmente triste e achava que ninguem gostava de mim
    Bom Renata lycka till com seu trabalho!!!
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andrea obrigada por curtir o blog! Eu sei que essa parte do processo é terrível pois a vida fica empacada por conta dessas papeladas.Eu fiz o meu processo pra morar em Uppsala e te digo que foi super rápido mas se no seu caso está demorando muito vcs tem que ficar em cima fala pra o teu sambo ligar pq não pode demorar tanto assim. Agora em relação ao idioma vai com calma, não se cobre tanto que no seu tempo vc vai aprender e estando aqui ouvindo sueco 24 hs por dia será mais fácil e quanto ao trabalho eu acho que depende de pessoa pra pessoa tbm.Espero de coração que vc mude logo pra cá e comece a sua vida do lado do seu amor. Super boa sorte !! Bjos

      Excluir
  8. A vida é assim mesmo Renata, a gente vai vivendo e aprendendo. Senti você tão leve nesse post , que é como se eu estivesse escrito cada palavra. Coisa boa né? Espero que as coisas continuem dando certo sempre. Bjs Lana

    ResponderExcluir
  9. Que bom querida que vc olha sempre tudo com otimismo! :)
    Tenho certeza que Deus vai te preparar algo beeeem bacana, que vai superar todas as tuas expectativas, pois vc merece! :)
    Bjs e bom domingo.

    ResponderExcluir
  10. Nossa Re, que legal essa experiência, né?! Nada como tirar as próprias conclusões passando por isso. Eu tenho pouca experiência para falar sobre o ambiente de trabalho sueco, mas já aindei lento alguns artigos à respeito o que me fez aguçar ainda mais a minha curiosidade.

    Desejo boa sorte para você em qualquer lugar que se você vá, pois com certeza você irá brilhar.

    Super beijo

    ResponderExcluir
  11. Que legal que tá curtindo o seu estágio, o importante é ver que você teve boas experiências no geral, isso já anima pra seguir adiante! Boa sorte!

    ResponderExcluir
  12. Que bacana RÊ.... vejo que você gostou de trabalhar com Sueco.
    Achei legal a frase que você definiu que eles trabalham pra viver e não o contrário. Deveria ser assim em todos os países, utopia é claro!
    Estou feliz de ver como você esta pra cima e suas coisas estão caminhando bem, pois não é fácil estágio e emprego no exterior, quem esta aqui sabe disso!!!
    beijão amiga

    ResponderExcluir
  13. heheeh gostei da parte que eles usam sandália e meia. Me lembra um tio meu na minha infância... no frio ele usava e eu achava o ó! Hoje, quando tá frio... eu me pego fazendo a mesma coisa rsrsrsrs
    Boa sorte, neste (se vc for efetivada) ou no próximo trampo! :)

    Bjs!

    ResponderExcluir
  14. Renata, que ótimo que vc está tendo uma boa experiência trabalhando com os suecos!! Espero que continue desta forma! Adorei esta idéia de trabalhar para viver, aqui ainda não é assim :( Espero que vc consiga ser efetivada, ou que outro estágio tão produtivo e positivo como este apareça!! Bjss

    ResponderExcluir
  15. Ai que linda parabens pelo estagio e por tantos avancos! Que bom que voce tirou o maximo dessa experiencia! Beijos mil pra voce Renata!

    ResponderExcluir
  16. Morri de rir na sua descricao de como foi trabalhar com outros povos, os suecos perto deles sao bem tranquilos e mais faceis de lidar aparentemente...rs. Ter sorte no ambiente de trabalho e muito bom mas parte dessa experiencia tao positiva acho que os meritos sao seus mesmo, afinal voce foi la e encarou o desafio num periodo nao tao facil da sua vida, em cultura diferente com uma lingua que nao e a sua e isso nao e facil nao mas voce conseguiu. Que essa experiencia te abra portas para oportunidades melhores.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  17. Rêêêê q bom q tudo está correndo bem pra vc! Mesmo com o sueco meia boca, vc já consegue se comunicar e isso é o q importa!!! \o/ rsrsrs :-) Mas tbm, ser chamada pra tomar caf\e já é um progresso pra esse povo frio, não é não?! rsrsrsrs Qto ao trabalhar pra viver, aqui é a mesma coisa. Meu marido qdo acorda virado no samurai (q nem vc rsrs) liga pro trabalho e diz q não vai trabalhar, pronto e acabou. rsrsrs Acho estranho, mas tá valendo. Cada um com seu jeito. Ele fala que não vai se matar de trabalhar pq ele tem uma vida pra viver. rsrsrs Qto ao seu estágio, tomara q vc fique. Mas se não, outros melhores virão! Com certeza!!!
    Beijo grande pra vc e boa sorte!!! :-)

    ResponderExcluir
  18. Renatinha, vou te dizer uma coisa... as pessoas te tratam da forma que vc merece. Se vc demonstra simpatia, humildade, vontade de aprender, se vc for esforçada não tem como ser tratada de forma ruim.
    Fico muito feliz por vc estar tendo essa oportunidade! Nem preciso dizer pra vc aproveitar, pq pelo pouco que conheço de vc sei q vc é batalhadora e tem foco nas coisas boas.
    O mundo precisa de mais Renatas!

    Beijoooo!!

    Rebeca
    xoxo

    ResponderExcluir
  19. Renata, ri aqui com a sandália e meia! Quando fomos escolher nossa cozinha o dono da loja, muito simpático por sinal, veio nos atender de meia e papete, hahahaha, imagina se no Brasil isso aconteceria - atendimento ao cliente tem que ser na estica, rs....
    Se você não ficar neste estágio, pense que o emprego certo virá na hora certa! Boa sorte :-).

    ResponderExcluir
  20. Ai, Renata, não é fácil lidar com os suecos! Até hoje conheci poucos suecos com quem é realmente fácil de conversar, a maioria gosta muito das suas "turminhas" e não tem vontade de dar abertura! Por outro lado eles são muito descomplicados e informais e eu adoro isso. Além de que é sem dúvida muito bom ter a oportunidade de dar um primeiro passo no mercado de trabalho sueco. Boa sorte!! Beijos!

    ResponderExcluir
  21. Renata, estou seguindo o seu blog faz pouco tempo. Já estou adorando saber de todas as suas experiências pela Suécia. Tenho grandes interesses de fazer faculdade na Suécia. Mas para eu conseguir fazer, com a contribuição do governo tenho que ter pelo menos, dois anos vividos aí. E é claro, fazer as tais aulas de Sueco. Será que nesses anos que eu estiver fazendo as aulas de Sueco, eu consigo um trabalho, que de para pagar pelo menos o aluguel de um quarto? Dicas??? Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bia! Eu acredito que nesse tempo vc consiga sim um emprego mas cada caso é um caso.
      Se vc quiser mais informacoes em relacåo a isso te aconselho a procurar um grupo no facebook chamado brasileiros na Suécia, lá será o melhor lugar pra vc tirar as suas dúvidas.
      Boa sorte pra vc, bjoss

      Excluir

Deixe seu comentário!
Obrigada pela visita e volte sempre!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...